Título Os vagabundos eficazes
Autor Fernand Deligny
Ano 2018 | 1ª edição
Nº de páginas 160
Dimensões 12 x 17cm 
ISBN 978-856-694-3641
Preço de capa 45,00
Os vagabundos eficazes são esses educadores que não o são, personagens deslocados, párias de uma sociedade de funcionários, assim como as crianças inadaptadas de que eles se encarregam. Vagabundos a Rimbaud e a Jack London, eficazes porque atentos às circunstâncias, disponíveis, ricos em saber-fazer concreto, eficazes porque vagabundos. O livro termina com um elogio romântico de Pestalozzi, Van Goh, Rimbaud, artistas-educadores, educadores-artistas, “vagabundos grandiosos [...] irmãos inquietos dos jovens delinquentes.”
Sandra Alvarez de Toledo
No que eu conto, há duas partes: a que encontro aqui ou ali, traduzida em termos de boa vontade e de readaptação social, e devidamente castrada do essencial, que se encontra na outra parte, a qual teimo em nomear, em rebatizar incessantemente de: as circunstâncias, o imprevisto, o qualquer coisa, o inédito, o alhures, obstinado em encontrar a palavra certa, que não se deixa submeter a uma lei, um serviço, um estatuto, como aconteceu com tantas palavras-chave, uma palavra simples que lembre sem cessar que o homem é um caso de imaginação criadora e não de referência a leis, e que o criador, o pai e todo o resto pode ser qualquer um, é o outro e sou eu.
Fernand Deligny
FERNAND DELIGNY é um dos autores mais originais da França do pós-guerra. Reconhecido principalmente como educador, preferia ser considerado “poeta e etólogo”. Durante mais de cinquenta anos trabalhou com crianças ou jovens “inadaptados”: delinquentes, psicóticos, autistas ou, nas palavras do pensador, simplesmente “à parte”. Tratava-se para ele de buscar novas formas de dar a essas crianças ou jovens uma oportunidade de sobreviverem em uma sociedade excludente e normativa. Seu método questionava a centralidade da linguagem, a educação formal e o emprego caricatural das teorias freudianas. Repudiava qualquer tipo de encarceramento, preferindo a criação de circunstâncias e de espaços para trocas e encontros. 
Back to Top