Título As Existências Mínimas
Autor David Lapoujade
Ano 2017 | 1ª edição
Nº de páginas 128
Dimensões 14 x 21cm 
ISBN 978-85-66943-46-7 
Preço de capa 50,00


Em 1938, quando o filósofo Étienne Souriau faz o inventário dos diferentes modos de existência que povoam o mundo, uma classe de seres retém particularmente sua atenção: a dos seres virtuais.
Trata-se das potencialidades que acompanham cada existência: aquilo que ela poderia ser se... 
Não são meras possibilidades, já que os virtuais existem à sua maneira. O problema é que carecem de realidade, como se não houvesse lugar para eles no mundo real.
Quem pretende fazer com que existam mais, que tenham “mais” realidade, é, além de criador, um advogado, pois luta pelo “direito” de existirem com mais intensidade, de ocuparem legitimamente um lugar neste mundo. Cada criação não seria uma defesa em favor das novas existências que cria?
Não será este o problema de cada existência, na medida em que se percebe privada do direito de existir de tal e qual maneira? É a interrogação que percorre este livro, na interseção entre a existência, a arte e o direito. 
Sobre o autor

David Lapoujade nasceu em Paris em 1964. É professor na Universidade Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) e especialista em filosofia anglo-americana contemporânea. Em tradução brasileira publicou, pela n-1 edições: William James, a construção da experiência (sobre o empirismo e o pragmatismo), Potências do tempo (sobre Bergson) e Deleuze, os movimentos aberrantes (interpretação original da obra do filósofo, de quem foi aluno e amigo). Como organizador, foi responsável por três coletâneas póstumas de textos de Deleuze, A ilha deserta [Iluminuras, 2006], Dois regimes de loucos [Ed. 34, 2016] e Cartas e outros textos [n-1 edições, 2017]. 

Este livro contou com o apoio dos Programas de auxílio à publicação do Instituto francês / Cet ouvrage a bénéfié du soutien des Programmes d’aide à la publication de l’Institut français.

Back to Top